Kaleydos

“O lucro pelo lucro não basta mais”

Durante o Festival de Cultura Empreendedora, investidores e aceleradoras discutiram a possibilidade de unir impacto social e lucro

Matéria da Época online mostra como o tema dos negócios de impacto social foi abordado no Festival de Cultura Empreendedora. Seguem abaixo alguns trechos:

Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia, explica que nem sempre é um equilíbrio estático [entre lucratividade e impacto social positivo]. “Às vezes, há momentos em que a empresa precisa tomar decisões porque a sobrevivência da startup está em risco, em outros, o lado social pode ter um peso maior”, disse ela. A Artemisia é uma aceleradora que aposta em modelos de negócios economicamente viáveis e que promovam a transformação social positiva. “São empreendedores com uma “mente híbrida”, que acreditam que ganhar dinheiro e causar impacto pode ser uma realidade”. Até agora, conta Maure, foram 105 empresas aceleradas, mais de 300 negócios apoiados, que juntos somam mais de 30 milhões de usuários.

“O lucro pelo lucro não basta mais”, complementou Andrea Matsui, gerente de sustentabilidade da Ambev. Ela contou que no início deste ano, a empresa lançou um novo produto: a água AMA, que faz parte de um negócio social dentro da Ambev. “Todo o lucro da AMA é direcionado a projetos de acesso à água no semiárido, e isso é auditado pela KPMG, para promover transparência na gestão”, conta ela.

“Para quem está interessado em resolver problemas sociais, lucro vem a reboque, não há solução social se não for financeiramente sustentável”, afirma Rogerio Oliveira, general Manager da Yunus Social Business Brasil.

Leia a matéria completa no site da Época.


Sobre a Kaleydos

Kaleydos é uma plataforma de investimento e desenvolvimento de soluções e negócios alinhados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Apoiamos negócios inovadores em estágio inicial de maneira personalizada mesclando mentoria, capital semente e co-gestão. Somos uma iniciativa do Instituto Jatobás. Clique aqui para saber mais sobre nós.

Assine a nossa newsletter mensal.

Faça um comentário